28 de jan de 2015

Municípios têm até hoje para aderir ao programa

Municípios têm até hoje para aderir ao programa (Foto: Antônio Cícero)

Termina hoje o prazo para que os municípios façam a adesão ao programa Mais Médicos, do governo federal. O programa foi criado em 2013 para garantir a presença desses profissionais em regiões com baixo Índice de Desenvolvimento Humano e que não têm boa cobertura na área da saúde.

No Pará, dos 84 municípios aptos a aderir ao programa, 62 ainda não haviam se cadastrado junto ao Ministério da Saúde, até a tarde de ontem, o que provocou uma verdadeira operação de guerra para garantir a melhoria desses índices.Uma equipe do Ministério da Saúde foi encarregada de fazer contato direto com as prefeituras onde o acesso é mais fácil, enquanto a Federação das Associações dos Municípios Paraenses (Famep) assumiu a missão de alertar os prefeitos das regiões mais distantes.
“O Pará é um dos Estados que mais poderia se beneficiar do programa”, diz o secretário Executivo da Famep, Josenir Nascimento, lamentando o baixo índice de adesão até o momento. 

O Programa Mais Médicos faz parte do projeto de melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde, e prevê também investimentos em infraestrutura dos hospitais e unidades de saúde, além de levar médicos para regiões onde há escassez e ausência de profissionais. Prevê também o aumento do número de vagas de medicina e de residência médica no Brasil.

FASE

Nessa primeira fase do programa, o Ministério da Saúde dará prioridade aos médicos brasileiros interessados em atuar nas regiões de abrangência do programa.

Caso as vagas oferecidas inicialmente não sejam preenchidas, o país receberá candidaturas de profissionais estrangeiros.Nesse novo edital foram ofertadas vagas para 1, 5 mil prefeituras.

“A ampliação do Mais Médicos dá nova oportunidade a esses municípios que, por algum motivo, não puderam aderir ao programa. A iniciativa atende a reivindicação de cidades do país inteiro por nova chance de integrar ou ampliar o número de profissionais”, ressaltou o ministro da Saúde, Arthur Chioro, por meio de nota distribuída ontem à imprensa.

O Mais Médicos foi criado em 2013 e contou a adesão de 14.462 profissionais em 3.785 municípios, o equivalente a 68% dos municípios do país, além de 34 Distritos Sanitários Indígenas (DSEIs). Cerca de 50 milhões de brasileiros estão sendo beneficiados, segundo dados oficiais do ministério.

SERVIÇO

Para aderir ao programa, prefeituras e médicos devem acessar o site http://maismedicos.saude.gov.br/.

(Diário do Pará)

About