4 de nov de 2014

Estudantes representam o Pará em rali de barcos elétricos

Foto: Divulgação 
Desafio Solar Brasil. Este é o nome do evento que apresentará a tecnologia com a emoção do esporte em uma corrida de barcos movidos à energia solar na Orla Bardot, na cidade de Búzios (RJ), entre os dias 12 e 16 de novembro. Ao todo, a disputa reunirá 350 participantes de sete estados brasileiros, entre eles, o Pará.

 
Os 'papa-chibé' estarão na equipe Muriquitã, que embarcará na semana que vem para o Rio de Janeiro, onde vão conhecer as tecnologias desenvolvidas para o rali. A ideia dos estudantes é, no ano que vem, criar sua própria embarcação para ir em busca da vitória. Também estarão no certame os seguintes estados: Ceará, Pernambuco, Bahia, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Paraná.

Além dos 350 universitários e 50 professores e orientadores envolvidos, o Desafio deste ano contará com a participação de alunos do Ensino Médio de escolas públicas de Búzios, que terão a oportunidade de ver, na prática, alguns temas que estudam apenas nos livros. Os estudantes serão selecionados pela Secretaria Municipal de Educação, de acordo com o desempenho escolar. Eles terão a chance de participar do evento como aprendizes, aprendendo as novas tecnologias e desenvolvendo o espírito de grupo e trabalho em conjunto. Cada equipe inscrita contará com a participação de dois alunos do Ensino Médio.

Para equipar as embarcações, as equipes receberão painéis solares oferecidos pela Prátil, empresa de serviços do grupo Endesa Brasil. As placas captam a energia solar, que é armazenada em uma bateria no interior do barco e dá propulsão ao motor.

Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação

Além do circuito de provas – oito no total –, o evento terá também workshops sobre telemetria e monitoramento, propulsão elétrica, geração de energia elétrica a partir de placas solares, smart grid, medição inteligente, engenharia elétrica, mecânica, eletrônica e naval, consumo consciente de energia, além de preservação ambiental e desenvolvimento sustentável.

'Nesse contexto, o Desafio Solar Brasil é mais uma iniciativa que aproxima tecnologias avançadas e a produção de energias renováveis ao dia-a-dia da população', explica Weules Correia, coordenador do projeto Cidade Inteligente Búzios e um dos organizadores do Desafio. 'O objetivo desta competição é estimular o desenvolvimento de fontes de energia limpa e renovável como combustível para a mobilidade', completa.

O evento é uma versão brasileira do Frisian Solar Challenge, realizado na Holanda a cada dois anos e que é considerado o principal evento europeu para embarcações solares. Aqui no Brasil, ele é promovido pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e pela Ampla, com o apoio da Prefeitura de Búzios. O evento conta com incentivo da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer do Rio de Janeiro, produção da Media Mundi Brasil e chancela da Confederação Brasileira de Vela.

About