9 de jun de 2014

Greve de professores em Barcarena chega ao 80º dia

Greve de professores em Barcarena chega ao 80º dia (Foto: Divulgação/Sintepp)

 Os professores do município de Barcarena, no nordeste do Pará, chegaram ao 80º dia de greve nesta segunda-feira (9). A categoria reclama que as negociações com a prefeitura do município não avançam.


      Para tentar pôr fim ao impasse que prejudica os estudantes da cidade uma reunião entre representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Pará (Sintepp) com deputados estaduais está marcada para esta terça-feira (10), na sede da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa).

      Segundo os professores, uma das reclamações é sobre a lei que criou o Plano de Cargos Carreira e Remuneração (PCCR) em 2010 e que está sendo colocada como inconstitucional pela atual administração.

      "Os gestores públicos municipais alegam que é inconstitucional fazer com que a gratificação que os professores recebem de nível superior não deveriam estar recebendo, pois o concurso que houve aprovação dos professores foi de nível médio. Só que os gestores municipais esquecem que o PCCR é uma lei municipal e que foi criada para beneficiar professores que mesmo tendo sido concursados com nível médio estudaram e hoje tem uma faculdade e o reconhecimento da sociedade", argumentam os professores.

      De acordo com o Sintepp, o prefeito de Barcarena, Antonio Vilaça (PSC), está sendo aguardado para a reunião, mas não há certeza do comparecimento do gestor uma vez que ele faltou na última reunião ocorrida com representantes do legislativo.a

(DOL com informações do Sintepp/Barcarena)

About