29 de mar de 2014

Treinador quer "resgatar" o camisa 33

Treinador quer

Dos jogadores conhecidos por Roberto Fernandes, o que mais chamou a atenção dele foi o meia Eduardo Ramos, que trabalhou no mesmo clube na época do Náutico, em 2011. E muito embora a situação do Camisa 33 hoje seja completamente diferente dos tempos do time pernambucano, por causa das cobranças e críticas que ele tem recebido da torcida, tudo leva a crer que a dupla será mantida no Clube do Remo.
“Eu conheço bem o potencial do Eduardo. Nos últimos anos, é um jogador que tem conquistado títulos estaduais. Em 2010, 2011, foi campeão. Por duas ou três vezes foi escolhido o melhor jogador do campeonato. Agora, futebol é momento, é fase. E você só recupera um bom momento trabalhando com confiança naquilo que você faz”, diz o treinador.
O jogador, por sua vez, elogiou a contratação do técnico e disse que nutre uma amizade com ele e por esse motivo só tem a ganhar, caso seja mantido entre os titulares. “A chegada do Roberto vai somar bastante. É um cara que vai contribuir muito no trabalho e com essa ajuda vamos dar a volta por cima. Ele é um cara que tenho amizade há um tempo e tenho certeza que poderemos fazer um bom trabalho”, analisa o meia.
A parceria, ao que tudo indica, será mantida, mas o treinador já disse que o primeiro passo será enquadrar o atleta num sistema favorável, para que ele possa convencer em campo. “Eu tenho confiança nele, é um jogador que eu tenho certeza que se conseguirmos recuperar, sobretudo na cabeça do torcedor, vai nos ajudar. Sei que o torcedor está sedento por vitórias e títulos, mas é mais fácil com ele do que sem ele, no momento que estamos passando”, encerra.
(Diário do Pará)

About