31 de mar de 2014

Vacina HPV: Menina de 13 anos fala para Dilma Rousseff

Mirian Dayan, de 13 anos, dá um recado surpreendente para Dilma Rousseff sobre a desnecessidade da vacina do HPV. Ela aponta meios práticos de se proteger de doenças vénereas e aconselha Dilma a gastar melhor o dinheiro em reais necessidades médicas da população. Assista e divulgue o vídeo para seus amigos.


Link do vídeo: http://youtu.be/3hLDnBZROkA

A ousadia dessa menina pentecostal em alertar as meninas do Brasil é uma evidência da preocupação da ONU, que já declarou que nas suas metas para expandir suas campanhas sexuais no Brasil, os pentecostais são um impedimento e precisam ser combatidos.

30 de mar de 2014

Pará de Jatene passa vergonha no país

Pará de Jatene passa vergonha no país (Foto: Daniel Pinto/Arquivo)
JATENE ENTRE OS QUATRO PIORES GOVERNADORES 
Simão Jatene foi o 4º pior governador do país segundo dados do final do ano passado da Confederação Nacional da Indústria em parceria com o Ibope. Ao todo, 78% da população avaliou seu governo como “regular, ruim ou péssimo”. Só 22% consideraram sua administração ótima ou boa. 61% revelaram não confiar em Jatene para governar e 57% desaprovavam seu governo.
O Ibope perguntou à população do Pará em quais áreas Simão Jatene estaria tendo o melhor desempenho: 31% disseram que em nenhuma das 22 áreas governamentais citadas. A que recebeu a pior avaliação foi a Saúde, com 58%.

O 4º PIOR ORÇAMENTO DESTINADO À SAÚDE
O 4º pior orçamento para a área da saúde entre as 27 unidades federativas do Brasil em 2013 foi do Governo do Pará. Apenas 9,1% do orçamento do Estado foi direcionado à saúde em 2013 - portanto abaixo do percentual compulsório fixado pela Constituição, de 12%, diz o IBGE. O estudo ESTADIC/2013 (Pesquisa de Informações Básicas Estaduais), mostrou que os menores orçamentos proporcionais foram do Rio de Janeiro (7,2%), Mato Grosso do Sul (8,7%), Paraná (9,1%) e Pará (9,1%).
No gasto per capita, o Pará tem também o menor valor investido por habitante: R$ 212,96.

O PIOR EM SANEAMENTO
O Instituto Trata Brasil diz que o Pará tem apenas 2% de coleta de esgoto, diz o estudo “Benefícios da Expansão do Saneamento Brasileiro”. De acordo com os dados, pouco mais de 183 mil paraenses desfrutam de redes de esgoto em seu domicílio. É o pior resultado do Brasil. O abastecimento de água só chega a 30% da população, ou para 2.320.996 habitantes.
Somente 1,4% dos lares paraenses têm acesso a esgotamento sanitário. 
5ª PIOR EM EDUCAÇÃO
O Pará obteve o 5º pior resultado na avaliação da educação do Programa Internacional de Avaliação de Alunos, feita pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). A pior nota dos estudantes paraenses foi a Matemática, com média 360, abaixo da média nacional que é de 391. Os estudantes paraenses ficaram abaixo da média nacional nos três itens: leitura, matemática e ciências.

ESTADO TEM OS PIORES IDHS DO BRASIL
Melgaço, no Arquipélago de Marajó, tem o pior IDHM (Índice de Desenvolvimento Humano Municipal) do país, com 0,418, figurando na faixa de cidades com muito pouco desenvolvimento humano. O ranking feito pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), contido no “Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2013” mostrou que o Pará é o 24º, o terceiro pior do Brasil, com índice geral de 0,646.
Dos 16 municípios do Marajó, oito estão entre os 50 piores IDHs do Brasil. Dos 143 municípios do Estado, 88 apresentaram Baixo Índice de Desenvolvimento Humano.

AS PIORES ESTRADAS DO PAÍS ESTÃO AQUI
A 17ª edição da Pesquisa CNT de Rodovias, produzida pela Confederação Nacional do Transporte, mostrou que as condições de tráfego no Pará são as piores do Brasil, com 71,8% da malha viária avaliada este ano pela CNT como péssima ou ruim. Alguns desses trechos, como a PA-150 ou a BR-222, de Dom Eliseu a Marabá, estão quase intrafegáveis.

O 5º PIOR EM VERBAS PARA SEGURANÇA
Uma vida no Pará vale R$ 181,41. Este foi o valor pago pelo governo do Estado por cada cidadão para garantir a segurança durante todo ano de 2012. O valor per capita foi o 5º menor do país, atrás do Amapá (R$ 55,32 por habitante), Piauí (R$ 78,14), Maranhão (R$ 127,08) e Ceará (R$ 171,56). Paralelamente, segundo o Mapa da Violência 2013, o Pará teve o maior crescimento em número de assassinatos por arma de fogo, com taxa de 307,2%.
Entre os estados que apresentaram as mais altas taxas de homicídios estão Alagoas, com 55,3, Espírito Santo, com 39,4, Pará, com 34,6, Bahia, com 34,4, e Paraíba, com 32,8. 
No Pará, o número de assassinatos aumentou 307,2%; Alagoas, 215%; Bahia, 195%, e Paraíba, 184,2%.
(Diário do Pará)

Hamilton dedica vitória a vítimas de acidente


Hamilton dedica vitória a vítimas de acidente  (Foto: Divulgação)

Depois da frustração com os problemas sofridos na Austrália, Lewis Hamilton vibrou com a primeira vitória conquistada nesta temporada da Fórmula 1, neste domingo. O inglês exaltou o primeiro triunfo no GP da Malásia e a dobradinha da Mercedes, ao lado do alemão Nico Rosberg, mas não deixou de lembrar das vítimas do voo MH370, da Malaysia Airlines.


"Depois de uma tragédia como essa, há três semanas, eu gostaria de dedicar esta vitória às vítimas e seus familiares", disse o piloto britânico, referindo-se aos 239 mortos no acidente ocorrido no dia 8 deste mês - o voo MH370 saiu de Kuala Lumpur, na Malásia, e tinha como destino Pequim antes de cair no Oceano Índico. 

Apesar da lembrança da tragédia, destacada pela organização da F1 durante a semana, Hamilton não deixou de celebrar o triunfo deste domingo. "Estou incrivelmente feliz, minha primeira vitória aqui em oito anos. Finalmente consegui", declarou o inglês. "E fazer uma dobradinha é muito especial. Não fiz muitas na minha carreira".

Rosberg também saiu satisfeito da pista. Apesar do segundo lugar na corrida, ele continua como líder do campeonato, com 18 pontos de vantagem sobre Hamilton. O alemão se mostrou mais preocupado neste domingo com a forte reação da Red Bull, que deteve o terceiro e o quarto lugar durante a maior parte da prova. 

Sebastian Vettel chegou a pressionar Rosberg na metade da corrida, algo impensável há algumas semanas em razão do fraco rendimento da Red Bull nos testes da pré-temporada. "Eles não sabiam onde estavam logo após os testes e agora [Vettel] está bem próximo de mim, me pressionando", disse o alemão, surpreso. "Eles melhoraram o rendimento de uma forma muito, muito impressionante. Então temos que continuar trabalhando para manter nossa vantagem", comentou.


(Agência Estado)

Para não esquecer: os oito operários mortos da Copa

O sábado foi marcado pela morte de mais um operário da Copa do Mundo de 2014, o oitavo trabalhador a falecer em obras dos estádios que sediarão jogos da competição esportiva...

Fábio Luiz Pereira, um dos funcionários mortos no acidente do Itaquerão (© Camila Mattoso/ESPN.com.br)
Fábio Luiz Pereira, um dos funcionários mortos no acidente do Itaquerão
O sábado foi marcado pela morte de mais um operário da Copa do Mundo de 2014, o oitavo trabalhador a falecer em obras dos estádios que sediarão jogos da competição esportiva mais popular do planeta.
Operário morreu na arena Amazônia
Operário morreu na arena Amazônia
Fábio Hamilton da Cruz morreu poucos minutos antes de entrar em uma neurocirurgia a que seria submetido após cair de uma altura de oito metros nas obras da Arena Corinthians, na manhã deste sábado.
O trabalhador teve múltiplas fraturas, a mais grave delas um traumatismo crânio-encefálico, e faceleceu antes mesmo do procedimento começar, na mesa de cirurgia.
Fábio trabalhava na instalação das arquibancadas provisórias do estádio, obra de responsabilidade da Fast Engenharia, quando caiu, por volta de 11h (horário de Brasília). Ele foi levado para o hospital em ambulância da empreiteira Odebrecht.
Em novembro do ano passado, um grave acidente terminou com mais duas mortes de operários no estádio corintiano. Após a queda de um guindaste em cima de um painel de LED, Fábio Luiz Pereira, de 42 anos, e Ronaldo Oliveira dos Santos, de 44 anos, faleceram.
Manaus e Brasília também tiveram mortes
Em fevereiro deste ano, o português José Pita Martins, 55 anos, desmontava peças de um guindaste na obra da Arena Amazônia, em Manaus, quando uma delas caiu em sua cabeça, causando sua morte.
Funcionário de uma empresa terceirizada, Martins teria sido atendido por colaboradores de uma Unidade Móvel particular já que, segundo relataram pessoas presentes no local ao jornal O Estado de S. Paulo, o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) demorou para chegar .
Outras três pessoas já haviam morrido trabalhando na Arena Amazônia antes dele.
Marcleudo de Melo Ferreira, 22 anos, caiu de uma altura de 35 metros nas obras do estádio e faleceu em 14 de dezembro do ano passado, mesmo dia em que morreu José Antônio da Silva Nascimento, 49, vítima de um infarto. Em março de 2013, Raimundo Nonato Lima da Costa, também de 49 anos, morreu após despencar de uma altura de cinco metros.
A primeira das tragédias fatais em canteiros da Copa foi registrada em junho de 2012. Um ajudante de carpinteiro caiu de uma laje na obra do Estádio Nacional de Brasília e morreu.

29 de mar de 2014

Treinador quer "resgatar" o camisa 33

Treinador quer

Dos jogadores conhecidos por Roberto Fernandes, o que mais chamou a atenção dele foi o meia Eduardo Ramos, que trabalhou no mesmo clube na época do Náutico, em 2011. E muito embora a situação do Camisa 33 hoje seja completamente diferente dos tempos do time pernambucano, por causa das cobranças e críticas que ele tem recebido da torcida, tudo leva a crer que a dupla será mantida no Clube do Remo.
“Eu conheço bem o potencial do Eduardo. Nos últimos anos, é um jogador que tem conquistado títulos estaduais. Em 2010, 2011, foi campeão. Por duas ou três vezes foi escolhido o melhor jogador do campeonato. Agora, futebol é momento, é fase. E você só recupera um bom momento trabalhando com confiança naquilo que você faz”, diz o treinador.
O jogador, por sua vez, elogiou a contratação do técnico e disse que nutre uma amizade com ele e por esse motivo só tem a ganhar, caso seja mantido entre os titulares. “A chegada do Roberto vai somar bastante. É um cara que vai contribuir muito no trabalho e com essa ajuda vamos dar a volta por cima. Ele é um cara que tenho amizade há um tempo e tenho certeza que poderemos fazer um bom trabalho”, analisa o meia.
A parceria, ao que tudo indica, será mantida, mas o treinador já disse que o primeiro passo será enquadrar o atleta num sistema favorável, para que ele possa convencer em campo. “Eu tenho confiança nele, é um jogador que eu tenho certeza que se conseguirmos recuperar, sobretudo na cabeça do torcedor, vai nos ajudar. Sei que o torcedor está sedento por vitórias e títulos, mas é mais fácil com ele do que sem ele, no momento que estamos passando”, encerra.
(Diário do Pará)

28 de mar de 2014

Decreto proíbe saída de pescado do Pará

Foi publicado no Diário Oficial do Pará nesta sexta-feira (28) o decreto que suspende a emissão de documentos necessários para a exportação de pescado in natura, fresco, resfriado e salgado para fora do Estado no período de 1 a 18 de abril.
Somente o peixe congelado com selo do Serviço de Inspeção Federal (SIF) poderá ser comercializado para fora do Estado. O objetivo do decreto é garantir o abastecimento de pescado para a população paraense no período que antecede a Semana Santa e também fazer com que os preços diminuam.
A fiscalização para evitar a saída clandestina do será feita pela Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará), que está autorizada a suspender a emissão de Guia de Transporte Animal (GTA) para pescados vivos, e pela Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa), que poderá suspender a emissão de Nota Fiscal para comercialização e circulação de pescado para fora do Estado.
O trabalho de controle e fiscalização será feito nas barreiras das divisas com outros estados, como Maranhão, Tocantins e Mato Grosso, nos entrepostos de embarque fluvial de pescado para exportação, nas estradas de acesso às divisas. 
O decreto esclarece, ainda, que serão realizadas Feiras do Pescado nos dias 16 e 17 de abril em Belém e mais 40 municípios do Estado.
(DOL com informações da Agência Pará)

25 de mar de 2014

Destruídos mais de 100 mil pés de maconha em Garrafão do Norte e Piría

 
 
Mais de 100 mil pés de maconha foram destruídos na operação "Coivara" deflagrada na região nordeste do Pará. Parte das drogas, como maconha beneficiada e sementes da erva, e materiais apreendidos estão sendo apresentados na Delegacia-Geral, pelos delegados responsáveis pela ação policial - João Bosco Rodrigues, diretor de Polícia do Interior, e Hennison Jacob, diretor da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE).

Áreas dos municípios de Nova Esperança do Piriá, Cachoeira do Piriá, Viseu e Garrafão do Norte passaram pela fiscalização. Não houve prisões. A ação teve a coordenação das Diretorias de Polícia do Interior e de Polícia Especializada, com 30 policiais civis da Divisão de Repressão ao Crime Organizado e da Superintendência Regional da Zona do Salgado, sob o comando dos delegados Hennison Jacob, da DRE, e Luís Xavier, superintendente da regional. 

Dois peritos criminais do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, responsáveis em fazer a constatação da droga ainda nas roças, e uma equipe do COE (Comando de Operações Especiais), da PM, também atuaram na operação. Os policiais civis chegaram, na segunda-feira passada, à região para deflagrar a ação policial, mediante levantamento prévio feito para apontar os locais de plantação da erva. 

O nome da operação Coivara é alusivo a uma técnica agrícola utilizada em comunidades quilombolas, indígenas e ribeirinhas no Brasil, que consiste em fazer uma plantação através da derrubada da mata nativa, seguida pela queima da vegetação. A mesma usada para a plantação de maconha na região.
 
A plantação fica intercalada entre outras culturas (rotação de culturas), como o arroz, o milho e o feijão. A característica extremamente rudimentar dessa técnica agrícola leva ao rápido esgotamento do solo, fazendo com que as terras precisem ficar em descanso de 3 a 12 anos e causando a derrubada de grandes áreas de mata.

(DOL)

24 de mar de 2014

Encontrado avião que desapareceu em Jacareacanga (PA)



Foi encontrado, na manhã desta segunda-feira (24), o avião bimotor modelo Beechcraft BE 58 Baron, de matrícula PR-LMN, que desapareceu por volta de 13 horas da última terça-feira (18) próximo à cidade de Jacareacanga, no sudoeste do Pará. 

O avião de táxi aéreo, pertencia à empresa Jotan Táxi Aéreo, partiu de Itaituba (PA) em direção à Jacareacanga às 11h45, quando realizou o último contato com a base. Os radares acusam o desaparecimento a aproximadamente 29 km à nordeste do destino.


A bordo estavam as técnicas de enfermagem Rayline Sabrina Brito Campos, Luciney Aguiar de Sousa, Raimunda Lúcia da Silva Costa e o motorista Ari Lima, além do piloto Luiz Feltrin. Ainda não há informação sobre os passageiros. 

Com exceção do piloto, os passageiros eram funcionários da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) e seguiam para Jacareacanga, onde substituiriam as equipes que já prestavam atendimento nas aldeias da etnia Munduruku.

Equipes do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves foram acionadas para se deslocarem até a área onde o avião foi localizado. 

Quarto Poder


Val Barreto e Rech serão punidos por expulsões

Val Barreto e Rech serão punidos por expulsões (Foto: Reprodução/ Youtube)

O Clube do Remo, através do presidente Zeca Pirão, anunciou que as duas últimas expulsões de seus atletas, Val Barreto, no jogo de ida da semifinal da Copa Verde e Carlinho Rech na partida de ontem contra o Paysandu, resultarão na punição envolvendo multa em até 40% dos salários destes dois jogadores.
O mandatário máximo do Leão Azul entendeu que as baixas prejudicaram a equipe em momentos cruciais da decisão. "Qualquer ato de indisciplina deve ser punido, até para que o atleta perceba que errou. No caso dos jogos contra o Paysandu, as expulsões acabaram prejudicando a equipe, que atuou boa parte do jogo com um jogador a menos", cita.
O dirigerente disse ainda que os jogadores não poderiam estar ausentes em partidas decisivas para a equipe, mas que precisam refletir sobre as atitudes que acabaram provocando.
O atacante Val Barreto foi expulso na primeira partida da semifinal da Copa Verde quando pisou em Yago Pikachu após cometer falta no jogador bicolor. O zagueiro Carlinho Rech recebeu dois cartões amarelos e também foi expulso de campo. No meio de semana, o volante André também foi expulso contra o Santa Cruz de Cuiarana pelo Parazão, porém a situação do volante foi minimizada, pois Pirão entendeu que foi uma circustância do jogo.
(Ronald Sales/DOL)

Papa Francisco critica ‘pecados’ da imprensa

O papa Francisco fez neste sábado um duro discurso voltado à mídia, a quem acusou de promover desinformação, calúnia e difamação. Em uma audiência para as rádios e televisões católicas da rede Corallo, Francisco pediu para a imprensa fugir desses “pecados” e dar mais importância a “temas importantes” para a vida das pessoas, da família e da sociedade.
“Hoje o clima midiático tem suas formas de envenenamento. As pessoas sabem, percebem, mas infelizmente se acostumam a respirar da rádio e da televisão um ar sujo, que não faz bem. É preciso fazer circular um ar mais limpo. Para mim, os maiores pecados são aqueles que vão na estrada da mentira, e são três: a desinformação, a calúnia e a difamação”, declarou Francisco.
Para o papa, o primeiro é o mais perigoso de todos, por fazer com que os meios de comunicação não passem as informações completas para a sociedade. “A desinformação é dizer as coisas pela metade, aquilo que é mais conveniente. Assim, aquele que vê televisão ou ouve rádio não pode ter uma opinião porque não possui os elementos necessários.”
DCM

23 de mar de 2014

Banda brasileira terá canção no novo Homem-Aranha

Banda brasileira terá canção no novo Homem-Aranha (Foto: Divulgação)

A boy band brasileira P9, conseguiu emplacar uma faixa na trilha sonora do filme “O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro”. A banda, que canta em inglês, vai estar com a música “Just the Two of Us” embalando cenas do filme.
A banda anunciou que vai lançar um videoclipe da música com imagens do super-herói aracnídeo, vivido por Andrew Garfield.
Já a música original do filme será interpretada por Alicia Keys e Kendrick Lamar.  
Com direção de Marc Webb, o filme tem ainda no elenco Emma Stone, Sally Field e Paul Giamatti. O lançamento está marcado para 22 de abril nos Estados Unidos. 
(DOL)

17 de mar de 2014

Viatura da PM arrasta mulher por rua da Zona Norte do Rio

Eram cerca de 9h desse domingo, quando uma viatura do 9º BPM (Rocha Miranda) descia a Estrada Intendente Magalhães, no sentido Marechal Hermes, na Zona Norte do Rio, com o porta-malas aberto. Depois de rolar lá de dentro e ficar pendurado no para-choque do veículo apenas por um pedaço de roupa, o corpo de uma mulher foi arrastado por cerca de 250 metros, batendo contra o asfalto conforme o veículo fazia ultrapassagens. Apesar de alertados por pedestres e motoristas, os PMs não pararam. Um cinegrafista amador que passava pelo local registrou a cena num vídeo.
Apesar de alertados por pedestres, os policiais não pararam a viatura
Apesar de alertados por pedestres, os policiais não pararam a viatura Foto: / Reprodução de vídeo
A mulher arrastada era Claudia Silva Ferreira, de 38 anos, baleada durante uma troca de tiros entre policiais do 9º BPM e traficantes do Morro da Congonha, em Madureira. Em depoimento à Polícia Civil, os PMs disseram que a mulher foi socorrida por eles ainda com vida, e levada para o Hospital Carlos Chagas, em Marechal Hermes, mas não resistiu. Já a secretaria Estadual de Saúde informou que a paciente já chegou à unidade morta. Ela levou um iro no pescoço e outro nas costas.
- Foi revoltante ver aquele corpo pendurado. Eles iam ultrapassando outros carros, e o corpo ia batendo. As pessoas na rua gritavam, tentando avisar os policiais, mas eles não ouviam. Só pararam por causa do sinal e, aí, conseguiram ouvir o que as pessoas diziam. Dois policiais, então, desceram da viatura e puseram o corpo de volta no carro - disse o cinegrafista.
Alertados por pedestres e motoristas, policiais colocaram o corpo da mulher de volta na viatura
Alertados por pedestres e motoristas, policiais colocaram o corpo da mulher de volta na viatura Foto: / Reprodução vídeo
Trajeto de 250 metros

A cena começou a ser registrada próximo ao número 796 da Estrada Intendente de Magalhães, na altura da Rua Boiacá, e foi filmada aproximadamente até o 878, onde fica uma agência da Caixa Econômica Federal. A irmã de Claudia, Jussara Silva Ferreira, de 39 anos, ficou chocada quando viu a imagem do corpo da irmã sendo arrastado. Revoltada, ela quer que os policiais sejam punidos:
- Acham que quem mora na comunidade é bandido. Tratam a gente como se fôssemos uma carne descartável. Isso não vai ficar impune. Esses PMs precisam responder pelo que fizeram.
Claudia tinha quatro filhos e ainda cuidava de outros quatro
Claudia tinha quatro filhos e ainda cuidava de outros quatro Foto: Luiz Ackermann / Extra
Antes mesmo de saberem o que havia acontecido com Claudia, familiares tinham desconfiado de que algo pudesse ter ocorrido, já que viram o corpo dela em carne viva ao chegarem no hospital.
- Achamos estranho quando vimos o corpo daquele jeito. Desconfiamos de que tinha acontecido no trajeto até o hospital - relatou Diego Gomes, de 30 anos, primo de Claudia.
Thaís Silva, de 18, filha da vítima e a primeira a encontrá-la morta, já tinha reclamado até mesmo da forma com que os policiais do 9º BPM a socorreram:
- Eles arrastaram minha mãe como se fosse um saco e a jogaram para dentro do camburão como um animal - revoltou-se a jovem.
Vítima faria 20 anos de casada
Revoltados, moradores da comunidade protestaram contra a morte da mulher
Revoltados, moradores da comunidade protestaram contra a morte da mulher Foto: Luiz Ackermann / Extra
Mãe de quatro filhos, Claudia, conhecida no Morro da Congonha como Cacau, era auxiliar de serviços gerais do Hospital Naval Marcílio Dias, no Lins. Nascida e criada em Madureira, ela ainda cuidava de quatro sobrinhos. A vítima faria 20 anos de casada com o vigia Alexandre Fernandes da Silva, de 41 anos, em setembro deste ano.
Em nota, a assessoria de imprensa da PM afirmou que os policiais do 9º BPM trocaram tiros com criminosos durante uma operação no Morro da Congonha, e um suspeito chegou a ser baleado. Ainda segundo a assessoria, os policiais encontraram a vítima baleada na Rua Joana Resende, ponto mais alto da comunidade. Ela foi levada para o Hospital Carlos Chagas, mas não resistiu. A 29ª DP (Madureira), que investiga o caso, esteve no local para perícia. Dois fuzis usados pelos policiais foram recolhidos para serem periciados.
Revoltados, moradores do Morro da Congonha fizeram protestos pela manhã e também à noite. Eles chegaram a fechar a Avenida Edgar Romero.


Extra.Globo

Servidores paralisam atividades a partir de hoje

Servidores paralisam atividades a partir de hoje (Foto: Cezar Magalhães)

Com uma pauta que acumula 18 itens, os servidores das secretarias de governo do Estado iniciam uma paralisação hoje. Com as reivindicações entregues ao governo desde fevereiro deste ano, os servidores prometem transformar a paralisação, prevista para durar três dias, em greve por tempo indeterminado, caso não haja negociação.
Parte de um calendário nacional de várias categorias das esferas municipal, estadual e federal, a paralisação envolve, dentre outras, as áreas da educação, saúde, assistência social e fisco. Uma das entidades participantes da mobilização, a Federação dos Servidores Públicos (FSPEPA) atribui o ato a um possível descaso do governo do estado com os servidores, já que, às vésperas da data base da categoria, o governo ainda não teria recebido uma comissão para debater a pauta.
Dentre as reivindicações, os servidores pedem reajuste salarial de 15%; auxílio alimentação no valor de R$500 e reajuste de 15% para quem já recebe auxílio acima desse valor; melhores condições de trabalho e criação e implementação dos Planos de Cargos, Carreiras e Remunerações (PCCRs).
A categoria também pede a revogação dos decretos 945 e 954 que afetam os vencimentos dos servidores a partir do corte da gratificação por tempo integral e horas extras e que provocaram, no início do ano, várias manifestações.

PASSEATAS
Para marcar a paralisação, algumas passeatas estão agendadas a partir de hoje, quando os servidores sairão em caminhada da Escadinha do Cais do Porto em direção do Centro Integrado de Governo (CIG). Amanhã, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) também será alvo de paralisação em todo o Estado para, segundo o sindicato, chamar a atenção para os problemas enfrentados na instituição, sobretudo, nas Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans) em Santarém, Bragança e Abaetetuba.
(Diário do Pará)

Você sabia?




internet

Que os três países com internet mais rápida do mundo  estão na Ásia, de acordo com uma pesquisa realizada pela empresa de consultoria Statista, publicada em agosto de 2013. Os dados colocam Coreia do Sul, Japão e a China - apenas a região de Hong Kong - no topo do ranking, com média de velocidade de 14,2 Mbps, 11,7 Mbps e 10,9 Mbps, respectivamente. Ainda de acordo com a pesquisa, 3,1 Mbps é a média mundial de velocidade da internet.

Infoescola

Coreia do Sul diz que Coreia do Norte lançou 18 projéteis no mar

Da Agência Lusa Edição: Talita Cavalcante
O Ministério da Defesa da Coreia do Sul garantiu que a Coreia do Norte realizou hoje (16) testes com 18 projéteis, a última operação de um conjunto que provocou críticas de Seul e de Washington.
Os projéteis foram lançados da Costa Norte do país e percorreram cerca de 70 quilômetros no Mar do Japão, referiu um porta-voz do ministério. Os militares de Seul "estão atentos a possíveis provocações da Coreia do Norte", acrescentou.
As tropas da Coreia do Sul aumentaram a vigilância depois de detectarem o lançamento de vários mísseis em fevereiro e março. A atividade coincide com os exercícios anuais do exército da Coreia do Sul-Estados Unidos que começaram em fevereiro e vão até meados de abril.
A Coreia do Norte condena os exercícios dizendo que são ensaios para uma invasão, enquanto Coreia do Sul e Estados Unidos afirmam ser operações puramente defensivas.

Agencia Brasil

15 de mar de 2014

Ponte sobre o Rio Madeira vai ligar o Acre a Rondônia

Presidenta Dilma Rousseff acompanhada do governador do Acre, Tião VianaEm visita a Rio Branco, capital do Acre, na tarde deste sábado (15), a presidenta Dilma Rousseff disse que a construção de uma ponte sobre o Rio Madeira vai ligar o Acre a Rondônia. Hoje, a única via terrestre que liga os estados castigados pelas cheias é a BR-364 que há quase um mês está parcialmente bloqueada porque a cheia do rio inundou partes da rodovia. "Nós faremos a ponte sobre o Rio Madeira e isso vai beneficiar a todos vocês", prometeu Dilma. Na capital acriana, além de se reunir com o governador do estado, Tião Viana, e com o prefeito Marcus Alexandre, a presidenta sobrevoou as áreas afetadas pela cheia do Rio Acre e visitou os desabrigados alojados no Parque de Exposições, em Rio Branco. A cheia do Rio Acre já deixou mais de 4 mil pessoas desabrigadas na capital.

“Estamos aqui porque parceiro não pode faltar na hora difícil. Temos um desafio de garantir alimentos à população do Acre. Me preocupa a situação do Acre. Vocês não podem ficar isolados. Vamos juntos dar as mãos e garantir a ligação do estado com o país”, disse a presidenta.
Para o governador Tião Viana a notícia da construção da ponte foi um presente. "Além do apoio da presidenta, este é o maior presente" comemorou. Dilma destacou que o governo federal está solidário à situação dos estados atingidos pelas cheias e que a Força Aérea manterá o apoio, na região, “até quando for necessário".
"Um fato muito importante é que não ocorreu nenhuma morte e não houve nenhum ferido na região, mesmo havendo um quadro tão crítico. Isso se deve às políticas adequadas feitas aqui", elogiou a presidenta.
Dilma destacou as parcerias que o governo federal tem com o governo do Acre. "Garantimos apoio na assistência e no resgate dos desabrigados e desalojados, agimos também na reconstrução depois de tudo isso. [Apoiaremos] qualquer ação estrutural que melhore nossa convivência com a chuva, porque a gente não acaba com ela e temos que aprender a conviver de forma mais efetiva com a chuva".
Durante visita às áreas atingidas pelas cheias do Rio Madeira, a presidenta disse que já está liberado o saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) a todas as pessoas afetadas pela calamidade no Norte do país. Outra medida tomada pelo governo foi a prorrogação, por três meses, do pagamento do seguro-defeso, liberado aos pescadores no período de reprodução dos peixes quando a pesca é proibida.
A presidenta já deixou a Região Norte deve pousar na Base Aérea de Brasília as 19h40.

Anatel bloqueará celulares e tablets xing ling a partir da semana que vem


Até setembro nenhum equipamento deve ser desativado. Depois, gadgets piratas ou adquiridos no exterior que não possuam homologação da Anatel podem ser bloqueados


Anatel bloqueará celulares e tablets xing ling a partir da semana que vem

Na próxima segunda-feira, dia 17 de março, começa a operar o Sistema Integrado de Gestão de Aparelhos (Siga), ferramenta desenvolvido para atender às normas Agência Nacional de Telecomunicações que visam bloquear aparelhos eletrônicos piratas ou que não sejam homologados pela Anatel.
Contudo, os gadgets que não atendem às exigências do órgão não serão desativados já na semana que vem. De acordo com a instituição, até setembro deste ano, o Siga tem como objetivo criar um banco de dados sobre os dispositivos em uso no país. Somente após esse período os equipamentos ilegais e sem certificação começarão a ser bloqueados.
O Sistema Integrado de Gestão de Aparelhos pretende desativar esses produtos genéricos ou não aferidos visando combater o contrabando, garantir a segurança dos usuários (já que gadgets de má qualidade podem liberar radiação e até explodir) e evitar que as redes sofram com ruídos originados por esses aparelhos incompatíveis com a infraestrutura que o país possui.

Operadoras aprovam

Ele foi apresentado em 2012 e está sendo desenvolvido desde o ano passado. Os custos totais do projeto giram em torno de R$ 10 milhões, os quais foram custeados pelas operadoras Vivo, Claro, TIM e Oi. É válido mencionar que todo e qualquer eletrônico que use um chip e acesse a rede de dados móveis de uma dessas empresas poderá ser bloqueado. Assim, mais do que smartphones, tablets e até máquinas de cartão de débito e crédito podem ser desativados.
Anatel bloqueará celulares e tablets xing ling a partir da semana que vem
(Fonte da imagem: iStock)


Além disso, é importante reforçar que não são somente modelos piratas que serão afetados pelo Siga. Equipamentos originais que tenham sido importados ou adquiridos no exterior e que não tenham os devidos certificados da Anatel também podem ter seu funcionamento alterado. No site desse órgão regulador é possível consultar quais são os modelos homologados e habilitados a funcionar no Brasil.

Aos poucos...


Roberto Pinto Martins, superintendente de Controle de Obrigações da Agência Nacional de Telecomunicações, esclarece como o sistema entrará em ação e como as pessoas serão orientadas. “Provavelmente teremos uma campanha, mensagens com avisos. Ninguém vai ter o aparelho desabilitado de um dia para o outro”, afirma ele.
A princípio, o Siga deve somente impedir a ativação de novos aparelhos irregulares no mercado de telefonia. Se um chip já existente for adicionado a um equipamento não homologado, o bloqueio acontece na hora. A desativação dos dispositivos já ativos ainda não foi confirmada.
Anatel bloqueará celulares e tablets xing ling a partir da semana que vem 

“A tendência é que esses aparelhos não certificados, que estão em operação, desapareçam com o tempo. Eles terão que ser substituídos eventualmente e, quando a pessoa fizer isso, não vai mais poder dar entrada na rede com celular irregular”, comentou Martins. Contudo, o superintendente pede para que os consumidores fiquem atentos. “As pessoas têm que tomar cuidado para não fazer investimento em um telefone que pode depois não funcionar”.

http://www.tecmundo.com.br/



Re x Pa está garantido para este domingo

Devido à falta de segurança, tudo indicaria que a partida entre Remo e Paysandu seria suspensa. Mas, a Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) voltou atrás e se responsabilizou pelos custos com o aluguel dos guarda-copos, que são barras de proteção feita de ferro, normalmente colocadas na arquibancada, um dos itens que ameaçavam o cancelamento da partida.

O clássico Re x Pa está confirmado para este domingo (16), às 18h30, pelas semifinais da Copa Verde, no estádio do Mangueirão, em Belém.

Acompanhe o minuto a minuto da partida no DOL e no Twitter @DOLdiarioonline.
(Andressa Ferreira/DOL)

13 de mar de 2014

Parabéns Carmem Menezes


Hoje nossa guerreira completa mais um ano de vida e estamos felizes por fazer participar de muitas lutas junto com você Carmem. Que Deus te abençoe eternamente.

`Parabéns !!!

Homenagem: CONSEG (Conselho de Segurança Publica de São Miguel do Guamá)

10 de mar de 2014

Remo terá teste de fogo contra o Internacional-RS

Remo terá teste de fogo contra o Internacional-RS (Foto: Antônio Cícero/Diário do Pará)
Passada a euforia da classificação para as semifinais da Copa Verde contra o Nacional-AM e em plena inauguração da Arena da Amazônia, o foco dos remistas agora é o Internacional-RS, quarta-feira (12), às 22h, no Mangueirão, em jogo válido pela primeira fase da Copa do Brasil 2014.
Com a vaga garantida na Copa Verde e por já ter assegurado vaga na final do Parazão, os azulinos têm motivação suficiente para encarar o desafio contra a equipe do técnico Abel Braga, campeão da Libertadores e mundial com a equipe gaúcha em 2006.
O Internacional conta com jogadores renomados no futebol brasileiro. Mesmo sem o meio-campo argentino D'alessandro que está machucado e não virá a Belém, o elenco conta com o goleiro Dida, o zagueiro Juan entre outros ídolos da torcida colorada. 
O último encontro entre as duas equipes também foi pela Copa do Brasil. Em 2003, O Remo venceu o Inter do técnico Muricy Ramalho, em Belém, por 1 a 0 com um gol do zagueiro Irituia. No jogo de volta perdeu por 2 a 1, mas garantiu a vaga graças ao critério do gol feito fora de casa.
Com o apoio da torcida que promete lotar o estádio Mangueirão, o Remo vai tentar fazer uma boa vantagem e provocar o jogo de volta no estádio Beira Rio, em Porto Alegre (RS).
DOL

9 de mar de 2014

Vacinação contra o HPV começa nesta segunda-feira

Vacinação contra o HPV começa nesta segunda-feira (Foto: Adauto Rodrigues/Arquivo)

Começa nesta segunda (10), em todo o Brasil, a campanha de vacinação contra o Papilomavírus Humano, o HPV, causador do câncer que mais mata mulheres no Estado do Pará: o de útero. O público-alvo são meninas de idade entre 11 e 13 anos, e no caso de indígenas, de nove anos em diante. A vacina deve ocorrer em três etapas, sendo a primeira agora em março, podendo ser feita até 10 de abril; a segunda em setembro; e a terceira em cinco anos.
A partir da primeira dose, a imunizada é inserida em um cadastro nacional que permite a realização das doses seguintes em qualquer posto de vacinação do país. O Pará inicia a campanha com, segundo a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), 1.200 salas de vacinação e com a vacina presente em todos os municípios.
O secretário de Estado de Saúde, Hélio Franco, informa que a meta é a imunização de 253 mil garotas em todo o Estado e reforça que a vacinação atinge um público restrito. “Inclusive é preciso que a criança esteja munida de algum documento de identificação na hora de ser vacinada, já que essa administração se restringe a meninas com idades de 11, 12 e 13 anos, e a partir dos 9 anos de idade no caso das indígenas”, alerta, reforçando a importância da inserção desse tipo de vacina no calendário regular de imunização.
A coordenadora estadual de Imunização da Sespa, Jaíra Ataíde, adianta que haverá mudanças no calendário de vacinação contra o HPV nos próximos anos. “No ano que vem, a vacinação será para meninas entre 9 e 13 anos, e em 2016, somente aos nove anos de idade. De um modo geral, a administração pode ocorrer entre 9 e 26 anos de idade, mas o ideal é que a imunização aconteça antes do início da vida sexual”, justifica. “Essa foi a estratégia que encontramos para iniciar uma mudança nas estatísticas de ocorrências do câncer de útero no Estado”.
“É importante que os profissionais estejam bem articulados e que as famílias ajudem nesse processo, já que o público adolescente não é lá de frequentar muito uma unidade de saúde, que faz parte de toda uma estratégia de prevenção que, associada à orientação às meninas que ainda vão iniciar a vida sexual, não dispensa a importância de serem incentivadas a se submeterem ao exame conhecido como papanicolau ou PCCU”, lembra Hélio Franco.
(Diário do Pará)

Vacinação contra o HPV começa nesta segunda-feira

Vacinação contra o HPV começa nesta segunda-feira (Foto: Adauto Rodrigues/Arquivo)

Começa nesta segunda (10), em todo o Brasil, a campanha de vacinação contra o Papilomavírus Humano, o HPV, causador do câncer que mais mata mulheres no Estado do Pará: o de útero. O público-alvo são meninas de idade entre 11 e 13 anos, e no caso de indígenas, de nove anos em diante. A vacina deve ocorrer em três etapas, sendo a primeira agora em março, podendo ser feita até 10 de abril; a segunda em setembro; e a terceira em cinco anos.
A partir da primeira dose, a imunizada é inserida em um cadastro nacional que permite a realização das doses seguintes em qualquer posto de vacinação do país. O Pará inicia a campanha com, segundo a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), 1.200 salas de vacinação e com a vacina presente em todos os municípios.
O secretário de Estado de Saúde, Hélio Franco, informa que a meta é a imunização de 253 mil garotas em todo o Estado e reforça que a vacinação atinge um público restrito. “Inclusive é preciso que a criança esteja munida de algum documento de identificação na hora de ser vacinada, já que essa administração se restringe a meninas com idades de 11, 12 e 13 anos, e a partir dos 9 anos de idade no caso das indígenas”, alerta, reforçando a importância da inserção desse tipo de vacina no calendário regular de imunização.
A coordenadora estadual de Imunização da Sespa, Jaíra Ataíde, adianta que haverá mudanças no calendário de vacinação contra o HPV nos próximos anos. “No ano que vem, a vacinação será para meninas entre 9 e 13 anos, e em 2016, somente aos nove anos de idade. De um modo geral, a administração pode ocorrer entre 9 e 26 anos de idade, mas o ideal é que a imunização aconteça antes do início da vida sexual”, justifica. “Essa foi a estratégia que encontramos para iniciar uma mudança nas estatísticas de ocorrências do câncer de útero no Estado”.
“É importante que os profissionais estejam bem articulados e que as famílias ajudem nesse processo, já que o público adolescente não é lá de frequentar muito uma unidade de saúde, que faz parte de toda uma estratégia de prevenção que, associada à orientação às meninas que ainda vão iniciar a vida sexual, não dispensa a importância de serem incentivadas a se submeterem ao exame conhecido como papanicolau ou PCCU”, lembra Hélio Franco.
(Diário do Pará)

8 de mar de 2014

Cordão umbilical paraense vai ser usado no Paraná

Nesta segunda-feira (10), o Banco de Sangue de Cordão Umbilical e Placentário (BSCUP) do Hemopa, primeiro e único da regão Norte do país, disponibilizará a primeira bolsa de sangue de cordão compatível para transplante de medula óssea de um bebê, na cidade de Curitiba (PR). O sangue foi coletado de um doador recém nascido na maternidade da Santa Casa de Misericórdia do Pará, em 2012.

Centenas aderem a marcha contra violência à mulher

Movimento contra a opressão e a violência às mulheres tomou conta das rua de Belém. A marcha realizada na manhã deste sábado (8), que saiu da Escadinha do Complexo do Ver-o-Peso, reuniu vários manifestantes para fortalecer o direito a vida e a liberdade da mulher.

(Foto: Cacia Medeiros)
Várias entidades participaram do ato como associações, foruns, organizações não-governamentais. A Ordem dos Advogados do Brasil também aderiu o movimento, lembrando a morte da advogada e procuradora do município de Itaituba, assassinada com a filha de 10 anos pelo ex-marido inconformado com a separação. O crime ocorreu dia 22 de fevereiro.A passeata foi pelo fim do machismo, da injustiça, além de denunciar a precariedade dos serviços na saúde, educação, entre outros.
(DOL, com informações da Cacia Medeiros)

6 de mar de 2014

As ruas e a Democracia

Uma crítica à discussão política da mídia

Desfazer mitos é tarefa essencial em qualquer tempo, mas se torna especialmente relevante em momentos de radicalização política, quando se acentua a tendência à simplificação e a disposição para o debate perde terreno para o sectarismo e a propaganda. Estaria aí o maior mérito do ensaio “Mídia, democracia e hipermodernidade”, que integra o livro As ruas e a democracia, de Marco Aurélio Nogueira: contestar certas crenças arraigadas no senso comum – particularmente no senso comum de esquerda – a respeito do papel e do poder da imprensa, relativizar teorias conspiratórias e desfazer a confusão entre regulação e controle da mídia.

5 de mar de 2014

Força Nacional atuará em presídios do Maranhão por mais 90 dias

Força Nacional

A pedido do governo do Maranhão, a Força Nacional de Segurança Pública permanecerá por pelo menos mais 90 dias em São Luís e região metropolitana, onde reforça o policiamento em estabelecimentos prisionais. A prorrogação entra em vigor a partir de hoje (5), com a publicação, no Diário Oficial da União, da portaria do Ministério da Justiça que trata do assunto. O prazo poderá ser prorrogado se o governo maranhense achar necessário.
Policiais da Força Nacional estão atuando no estado, desde outubro de 2013, com a missão de ajudar a controlar a crise no sistema prisional estadual. Eles chegaram a São Luís depois que nove presos foram mortos e ao menos 20 detentos ficaram feridos durante uma rebelião na maior unidade prisional do estado, o Complexo Penitenciário de Pedrinhas.
O episódio levou o governo estadual a decretar estado de emergência no sistema prisional por 180 dias, prazo durante o qual o Poder Executivo maranhense pode dispensar exigências burocráticas impostas à execução de obras públicas, construindo unidades prisionais em caráter emergencial. Em outubro, a Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap) anunciou o projeto de construir dez unidades prisionais e reformar os estabelecimentos já em funcionamento, criando, com isso, 2,8 mil vagas carcerárias.
Além da presença da Força Nacional, a segurança do Complexo Penitenciário de Pedrinhas foi reforçada pela atuação de policiais militares. A presença do efetivo policial, no entanto, não tem sido o bastante para impedir mortes e motins, como o registrado no último dia 6. Nos primeiros dias do ano, a rivalidade entre facções criminosas acabou chegando às ruas de São Luís de forma mais intensa e organizada, com ataques a ônibus e delegacias. Em um dos ônibus incendiados estava a menina Ana Clara Santos Sousa, de 6 anos, que morreu no dia 6 de janeiro em decorrência das queimaduras que sofreu.
Pelo menos sete presos morreram este ano no interior de cárceres maranhenses. De acordo com a Sejap, quatro dessas mortes aconteceram em Pedrinhas. Levados em conta os números divulgados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), chega a 67 o total de presos sob a responsabilidade do Estado brasileiro mortos no Maranhão desde o começo de 2013.
São Luís tem 11 unidades prisionais. Desse total, oito integram o Complexo de Pedrinhas. As demais são a Unidade Prisional de Olho d'Água, o Centro de Custódia de Presos Provisórios do Anil e a Unidade Prisional de Ressocialização de Paço do Lumiar, na região metropolitana da capital.

Agencia Brasil

About