11 de nov de 2013

Apuração das eleições do PT devem terminar hoje

Apuração das eleições do PT devem terminar hoje (Foto: Bruno Carachesti/Diário do Pará)
(Foto: Bruno Carachesti/Diário do Pará)
Cerca de 70% dos 33 mil militantes aptos  a votar compareceram ontem às urnas nos 144 municípios paraenses para o Processo de Eleição Direta (PED) do Partido dos trabalhadores (PT) no Pará. Na capital a abstenção foi alta e chegou a 50% dos votantes. A apuração iniciou por volta das 19h30. Perto da 0h00 de hoje o percentual de urnas apuradas no Estado chegava a 35,42%: Milton Zimmer liderava a contagem com 32,8%, seguido pelo deputado federal Zé Geraldo (29,02%), Marquinho Oliveira (28,9%), Cláudio Puty (23,6%) e Bira Rodrigues (0,6%). 

Em Belém haviam sido apuradas até aquele momento apenas 27,27%: Apolônio Brasileiro liderava a apuração (54,57%), seguido por Regina Barata (44,10%) e Diógenes Brandão (1,33%). A apuração não seria interrompida e só encerrará hoje após a apuração total dos votos.
O PED é realizado pela sigla no domingo em todo o país para definir as novas direções nacional, estaduais, municipais e zonais. Em Belém, havia 20 locais de votação espalhados em vários pontos. Concorrem à presidência do diretório estadual o deputado federal Zé Geraldo (da tendência PT pra Valer), Marquinho Oliveira (da Unidade na Luta), o deputado estadual Milton Zimmer (da Articulação Socialista), o deputado federal Cláudio Puty (da Democracia Socialista e Bira Rodrigues (do Movimento PT). Pelo Diretório Municipal, os nomes em votação são os de Diógenes Brandão, Regina Barata e Apolônio Brasileiro, que já é presidente do diretório municipal do partido. 
Debate 
Com os resultados finais também serão definidos os delegados do congresso que o PT realiza anualmente, geralmente no mês de março, a fim de discutir alianças, candidaturas e outros temas ligados às eleições. No Pará o Diretório Estadual tenta antecipar o evento para dezembro desse ano.
“Mais importante do que quem vai ganhar ou o impacto dessa eleição para as eleições do ano que vem é o fato de o PT se abrir ao diálogo e convidar seus afiliados a discutir as ideias e as diferenças”, reforçou o presidente da Executiva Municipal, Apolônio Brasileiro. “Essa é uma oportunidade que temos de ver as tendências e expandir as discussões. O que constrói o partido é o debate, não existe vitória ou avanço sem unidade”, concordou a também concorrente Regina Barata.
A ex-governadora Ana Júlia Carepa chegou por volta das 10h ao local de votação. “As eleições diretas do PT contribuirão para o andamento das eleições de 2014 porque trata-se de uma renovação dos diretórios, e consequentemente, do debate político. Independente de quem seja eleito, já é um ato vitorioso porque se trata de um ato democrático”, declarou, reforçando que o PT é a única sigla nacional que escolhe as presidências de seus diretórios por meio de eleição direta.
“O clima dessa eleição é tranquilo, mas bastante politizado. Foram muitas as discussões sobre o que queremos para o Estado, para o segundo governo da presidente Dilma Rousseff. Atravessamos um período de ingovernabilidade no Pará, com muitos problemas de arrecadação, na Saúde, na Educação, na Segurança Pública e acho que conseguimos entender que é preciso discutir um programa não só para o Estado, mas para o país”, avaliou o deputado federal Claudio Puty.
(Diário do Pará)

About