3 de out de 2013

Outubro Rosa estimula conscientização nas mulheres

Outubro Rosa estimula conscientização nas mulheres (Foto: Divulgação)O movimento popular Outubro Rosa acontece em todo o mundo durante este mês. Em qualquer lugar, a iluminação rosa é compreendida como a união dos povos pela saúde feminina. A cor, simboliza alerta às mulheres para que façam o autoexame e a partir dos 50 anos, a mamografia, diminuindo os riscos que aparecem nesta faixa etária. 
De acordo com dados do Ministério da Saúde, o ano de 2012 registrou crescimento de 37% na realização de mamografias na faixa prioritária – de 50 a 69 anos - em comparação a 2010, no Sistema Único de Saúde (SUS). Os procedimentos somaram 2,1 milhões no ano passado, contra 1,5 milhão em 2010. No total, o número de exames realizados no último ano atingiu a marca de 4,4 milhões, representando um crescimento de 26% em relação a 2010. 
O câncer de mama é a segunda causa de morte entre mulheres. Somente no ano de 2011, a doença fez 13.225 vítimas no Brasil. 
Para celebrar a campanha Outubro Rosa em Belém, algumas instituições privadas e prédios públicos, como a Companhia de Desenvolvimento e Administração da Área Metropolitana de Belém (Codem), os coretos das praças da República e Batista Campos, entre outros. A ideia é que demais setores também declarem seu apoio à campanha, com a iluminação rosa.
Na Região Norte, o câncer de mama é o segundo tumor mais incidente (19/100 mil), ficando atrás do câncer do colo do útero (23/100 mil). 
Para agilizar o acompanhamento dos serviços oncológicos em todo o País, o Ministério da Saúde criou o Sistema de Informação do Câncer (Siscan). O software, disponível gratuitamente para as secretarias de saúde, permite o monitoramento do atendimento oncológico na rede pública por meio da inserção e processamento de dados, gerido pelo Ministério da Saúde.
O sistema funciona em plataforma web e já tem a adesão dos 27 estados brasileiros, dos 17 já começaram a inserir os dados no sistema. O prazo para substituição dos demais sistemas pelo SISCAN termina janeiro 2014. A cobertura das informações também se estenderá a todos os tipos de cânceres. Até o momento, o sistema já recebeu mais de 104,3 mil requisições de exames, sendo 39,6 mil referentes a mamografias.
(DOL com informações do Ministério da Saúde)

About